Conselho de Alimentação Escolar certifica a escola Tia Lerleane com o Selo de Boas Práticas.

0
1137

O Núcleo de Educação Infantil Tia Lerleane, instituição localizada no bairro Parque Soledade, recebeu, no dia 01 de dezembro, do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) o Selo de Boas Práticas. A premiação é referente à adequação na área de preparo e armazenamento dos alimentos, indicando se o espaço é adequado e seguro para a realização do serviço. De iniciativa do CAE, o Selo de Boas Práticas tem por objetivo atestar que a cozinha da Unidade de Alimentação e Nutrição – UAN oferece condições estruturais e higiênico-sanitárias adequadas ao preparo e fornecimento da alimentação escolar. Além desse quesito, a certificação tem o intuito de valorizar o espaço e a dedicação da merendeira em prol da alimentação dos estudantes. Assim, a creche Tia Lerleane é a primeira unidade no município a ser certificada com o selo.


Uma cozinha bem estruturada, organizada e limpa é uma forma de demonstrar respeito aos estudantes e também uma maneira de educá-los. Bem adequadas e gerenciadas, esses espaços servem de referência de como um espaço organizado contribui para a satisfação das pessoas que são atendidas ali, especialmente os estudantes e também as pessoas que nele trabalham.


O certificado e o Selo de Boas Práticas foram entregues para a Diretora Kelly Ribeiro de Souza, que estava na companhia da Coordenadora Pedagógica Adnalyne da Silva Guimarães Teles e da Merendeira Maria Eloneide Vieira de Sousa. Elas receberam o Selo das mãos do Presidente do CAE, o conselheiro Leiveson Costa de Morais. Além delas, participaram da cerimônia a conselheira Claudiane Nojosa de Lima, a Assistente de Apoio do CAE, Normandia Maria Martins do Amaral, os nutricionistas e responsáveis técnicos da Secretaria Municipal de Educação, Alexandre Lopes e o Victor Hugo do Nascimento Barroso, além da Supervisora da Alimentação Escolar, Sabrina Gonzaga.


“O ambiente e as atitudes passam valores. Por isso, além da estrutura física, a postura das merendeiras e o cuidado com a limpeza e a manutenção devem fazer parte da proposta educativa da escola”, afirma Leiveson Costa de Morais, presidente do CAE.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui